• Eterno Inconformado
  • Eterno Inconformado
  • 7 de out de 2014

    #89 Envolvimento x Comprometimento

    Sacrifício e entregaFoi durante uma reunião de trabalho... Minha diretora chamou a equipe de docentes do colégio para trocarmos umas ideias relacionadas ao ensino, à entrega e como estávamos em relação aos projetos escolares e relacionados ao alunado. Para começar, ela nos mostrou um vídeo (disponível aqui) que conta uma parábola sobre porcos e galinhas. Nesse vídeo, os animais da fazenda queriam fazer uma festa em comemoração ao aniversário do fazendeiro. Na organização, a galinha se dispõe a colaborar com os ovos que ela produzia; Digamos que ela se envolveu no projeto. Em seguida, entram os porcos, porém, diferentemente das galinhas, os porquinhos não apenas se envolvem... Eles vão além e escolhem se comprometer com o projeto da festa em homenagem ao fazendeiro e aí vem uma pergunta: Por que as galinhas apenas se envolveram e os porcos se comprometeram? Resposta: Porque as galinhas deram algo, enquanto os porcos se entregaram! Eles teriam que morrer para dar sua carne como comida para a festa!

    Apesar do vídeo apresentado ter uma temática voltada mais para a gestão empresarial, o Senhor nos mostra lições através dessa mensagem. Na época que esse vídeo nos foi apresentado, a poesia “Propósito” estava em desenvolvimento, foi quando o Senhor me deu estes versos: 

    “... E se eu me envolver sem me comprometer? Que benefício terei em ser só mais um? Tu me fazes saber que mais que pedir, necessito graças Te dar. Se destes Tua vida por mim, o mínimo que posso fazer é minha vida inteira a Ti entregar. [...]” 

    Envolvimento
    É fácil nos envolvermos em ideias, em projetos, em obras na casa do Senhor... O termo envolver aqui indica participação, ou seja, podemos muito bem participarmos de algo dentro da igreja, seja em um ministério de louvor, de dança, de pregação ou outro que seja... Porém, quando apenas damos algo meio que por “necessidade”, sem uma entrega inteira, nos lamentando por aquilo que julgamos ser importante e que podemos perder é como se estivéssemos fazendo aquilo por obrigação e o problema maior é quando nos envolvemos demais com as obras da igreja do que com o nosso próprio relacionamento com o Senhor Deus.

    Há uma certa diferença entre servir na igreja e ter comunhão com Deus... Quando você se sobrecarrega demais com o trabalho no templo em si e não tem tempo para buscar a Deus pessoalmente, em oração, meditação na Palavra, é algo que precisa ser analisado. Não que seja errado servir ao Senhor dentro da igreja dessa forma, não, não é isso! A questão é problemática quando nos envolvemos na obra em si, mas nos esquecemos do dono dela, o Senhor Deus. Em síntese, é legal se envolver na obra do Pai, porém há algo a mais...

    “Maldito aquele que fizer a obra do SENHOR fraudulosamente; e maldito aquele que retém a sua espada do sangue.”
    {Jeremias 48:10}

     Comprometimento
    Se comprometer com a obra do Senhor é diferente do que apenas se envolver. Quando você se compromete, é algo voluntário, feito por amor, sem o peso da “obrigação”. O principal diferencial do comprometimento é que não há apenas a entrega de algo propriamente dito, mas a principal entrega é a vida da própria pessoa que se compromete com o trabalho para o Senhor. Pessoas que se envolvem na obra de Deus, mas não temem serem mortas, torturadas, perseguidas, terem aparentes perdas ou qualquer outra dificuldade que seja, estão se comprometendo, e isso é muito interessante!

    O Senhor Jesus, por exemplo, não apenas se envolveu na missão do salvar a humanidade; Mais do que isso, Ele se comprometeu a dar Sua própria vida em resgate de cada um de nós! Deus é bom!! \o/ Outros exemplos são os cristãos de várias épocas, inclusive os de hoje, que morrem, muitas vezes de forma brutal, por amor ao Senhor Jesus e Sua obra. Eles não faziam a obra do Senhor por obrigação, mas por amor... Eles não temiam perder a própria vida para que outras pessoas conhecessem a Deus e Seu nome seja mais glorificado. Isso é comprometimento!

    "Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados."
    {Isaías 53:5}
    Concluindo
    Terminando o post, a mensagem que o Senhor quer nos trazer é que não sejamos pessoas neutras, que fazem as coisas apenas por fazer... Ele quer amor e disposição de cada um de nós em Sua missão, que é anunciar o amor de Jesus para as pessoas. Que não apenas nos envolvamos, pensando em riscos ou percas, mas que venhamos, assim como o Senhor Jesus, nos comprometer, mesmo que seja necessário perder nossas vida aqui na terra ou qualquer outra coisa que julgamos ser importantes... O que importa é que outras pessoas conheçam o lindo amor do Senhor, sejam salvas por Ele e a vida eterna já está garantida com o Cristo! Ele se entregou por nós, então vamos nos entregar inteiramente a Ele e fiéis até o fim, não desistamos do caminho do Senhor!

    Que Deus te abençoe e te guarde em nome do Senhor Jesus!
    Mais textos de Propósito:

    Escrito por:Vítor M. Fagundes

    Baiano, nascido em 1995, curte escrever (de textos incomuns a códigos de programação) e, para ele, o normal é não ser normal. Depois de ser achado por Cristo, Vítor descobriu o que é viver e o que é a felicidade plena. Se encontrá-lo por aí, no mínimo, ouvirá que Deus é bom, muito bom! =]

    • Blogger
    • Disqus

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!

    Conte-nos algo sobre o texto! Será um prazer ouvir você! =]

    Topo