• Eterno Inconformado
  • Eterno Inconformado
  • 10 de set de 2015

    #139 XVII. Quando (Parte 1 de 4) [Texto Q]

    Quadros quebrados no quarto, rascunhos rasgados no chão. Parece loucura querer controlar o tempo enquanto ele escorre pelas nossas mãos. Por que se preocupar quando você não é o responsável por tornar movimentos involuntários assim como eles são? Ar que flui, sangue que corre, coração que bate, lábios que deveriam agradecer, questionam. Parece tolice se perguntar o porquê quando deveríamos descansar nos braços de um Deus de amor e nossas dúvidas gritantes entrariam em silêncio ao... quando foi a última vez que ouvi tua voz, Deus? São muitos verbos no subjuntivo. Questionamos muito quando deveríamos agradecer pelas respostas que já temos reveladas em Sua palavra.

    Quando - Aprender a esperar e confiar em Deus - Paciência
     
    Meu mundo de cabeça para baixo, e eu tentando olhar para cima. O socorro, o amor e a vida vem de lá! Descendo do Pai das luzes em quem não há sombra, nem mudança de variação. Pare de questionar e comece a acreditar. Perceba que Deus tem feito coisas grandes. Ele pode surpreender. Pare de se perguntar “quando?” e aproveite o agora. Por que tanto por quê? Porque para tudo um porquê aos quais você não precisa entender, mas aprender. Pare de alimentar suas dúvidas senão você morrerá de fome. Fome da verdade, da segurança, da paz que apenas o Grande EU SOU é. Pare de parar e comece a caminhar o caminho daquele que tem caminhos mais altos que os teus. Não viva como os israelitas que, andando no deserto, se preocuparam tanto pensando no quando, que eles sequer notavam o cuidado de Deus diante de seus olhos. Escolhas não admitem meio termo. Você precisa descartar algumas opções. Ou você descarta a paz e entrega os pontos ou se entrega sem reservas ao amor de Deus e continua lutando com a certeza de que Ele está pertinho de você.

    Textos de A a Z

    Nossa filosofia moderna é imediatista. Não toleramos mais a espera. Os nossos padrões nos cegam. Há vida à nossa volta; optamos por ignorá-la. Preferimos confiar em sinais aleatórios do que na bondade e amor daquEle que tem o mundo seguro em Suas mãos. Num estalar de dedos, aguardamos respostas. Nove meses parece não ser o suficiente para aguardar a visão de um mundo que segundos depois não se lembra mais de ter sido visto. Paciência é um sinal de amor. O sofrimento momentâneo e a espera que desconhece dias perdem seu sentido quando ambas produzem amor. Amar nos ensina a sofrer e a esperar. Planeje, prepare-se. Evite improvisos, choques, feridas. Deus está te dando respostas. Arregale os olhos e enxergue, atente-se e escute-O, acorde e sinta. E quando as respostas se concretizarem, continue orando ao Papai. Subestime tudo, mas nunca nunca nunca subestime o amor e a bondade de Deus. Ele é bom.

    Cansou do primeiro passo e das tentativas frustradas? Dê o segundo. A vida é curta, mas é o suficiente para aprendermos que sem o amor de Deus ela deixa de ser. Parecia fácil para Jesus? Nosso Amigo, Senhor e Salvador enxergava a longo prazo. Os propósitos eram mais importantes que os “quandos”.

    Escrito por:Vítor Macedo

    Baiano, nascido em 1995 e fácil de ser caricaturado por ser barbudo e parecer um nerd. Não tem conta no FB e ainda não aprendeu a gostar do Whats. Além de gostar de psicologia e de coisas fora do comum, tem como hobbies escrever, fazer arte e mexer com códigos de programação. Depois de ser achado por Cristo, descobriu o sentido da palavra felicidade. Se encontrá-lo por aí, no mínimo, ouvirá que Deus é bom, muito bom! =]

    • Blogger
    • Disqus

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!

    Conte-nos algo sobre o texto! Será um prazer ouvir você! =]

    Topo