• Eterno Inconformado
  • Eterno Inconformado
  • 25 de mai de 2017

    #185 O Movimento Uniformemente Variado e a câmera lenta

    Na física, o movimento uniformemente variado (M.U.V.) é aquele em que a velocidade do objeto varia de maneira constante. Em outras palavras, o móvel varia um pouquinho a cada instante de tempo até o ponto em que ele adquire determinada aceleração. Supondo que a partir do disparar de um cronômetro, eu comece a pilotar de modo uniforme em uma reta (sem acelerar muito, nem diminuir o ritmo), no momento em que o cronômetro marca exatamente 1 (um) minuto do início da partida e eu esteja em uma velocidade média de 30 m/s, posso calcular de acordo com as leis do M.U.V. que minha aceleração é de cerca de 0,5 m/s² (lenta ou não, é essa a aceleração constante!).

    A parte de física está concluída. Vamos agora para a parte da câmera lenta: sabe aqueles momentos magníficos que só nossos olhos são capazes de deslumbrar? Sim, eu sei (um dia desses, eu e meus coleguinhas estávamos escalando um morro por aí...). O problema é que antes de enxergarmos com os olhos, queremos olhar pelas lentes dos celulares e, definitivamente, não é a mesma coisa! Queremos registrar e compartilhar tudo, mas, na verdade, mal aproveitamos aqueles instantes únicos! Registre sim, mas antes de registrá-los, viva-os! Desfrute de um bom papo com teus amigos, sorria junto com teu filho (principalmente aqueles risos de crianças menores de 2 anos!), dance na chuva e sei lá mais o quê... seja feliz sem precisar esbanjar tudo isso em redes sociais. Se livre das grades dos jogos da velha (a tal da hashtag) e use-os como um sustenido para tocar música com os coleguinhas. Te garanto que será bem mais legal!

    câmera lenta

    “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.”
    {Filipenses 4:6-8}

    Geral nesse mundo vive numa correria absurda (tipo a corrida maluca do Dick Vigarista e de Muttley, só que essa era até engraçada). Prefiro ficar de boa, fazendo aquilo que me cabe como homem e como pessoa (não pode ser preguiçoso!), mas sem me estressar e perder minha paz com a parafernália insana deste mundo corrompido. Lembra do movimento uniformemente acelerado do início do texto? Pois bem, meu caro, da mesma forma que a aceleração é gradativa, na vida é a mesma coisa: um pouquinho de cada vez, cada passo no instante oportuno. Quem se apressa erro o caminho, sabia? (leia Provérbios 19:2)

    Pare de se auto-defraudar, de se martirizar, de achar que você é um nada e de se perder. E no movimento uniformemente acelerado em câmera lenta, deixe as expectativas de lado e viva um dia de cada vez! Achegue-se e se realize na realeza[1] de ser filho(a) daquele que simplesmente É.

    Que o bom Deus te abençoe e te guarde! =]
    Ele é tudo o que você precisa (sem mais, nem mas) e ponto.

    [1] À Rê.
    Mais textos de Edificação:

    Escrito por:Vítor M. Fagundes

    Baiano, nascido em 1995, curte escrever (de textos incomuns a códigos de programação) e, para ele, o normal é não ser normal. Depois de ser achado por Cristo, Vítor descobriu o que é viver e o que é a felicidade plena. Se encontrá-lo por aí, no mínimo, ouvirá que Deus é bom, muito bom! =]

    • Blogger
    • Disqus

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!

    Conte-nos algo sobre o texto! Será um prazer ouvir você! =]

    Topo