• Eterno Inconformado
  • Eterno Inconformado
  • 30 de mar de 2015

    #119 V. Ele Empregador, Eu Empregado [Texto E]

    Ele empregador, eu empregado - Deus é o Senhor e patrão e nós os servos e empregados
    “Deus é o Senhor e nós os Seus servos.” Essa frase resume bastante uma série de coisas que poderiam aparecer (ou que você pode até ler adiante) neste post. O Léo – um amigão que Papai do céu meu deu – escreveu aqui no blog um texto que trata basicamente dessa temática (a leitura é recomendada e pode ser lido aqui). Além de “A tênue fé e mordomia”, falamos aqui sobre “Dons desprezados, desejos desesperados” e para continuarmos brevemente um pouco do que foi tratado naquele texto, vamos dar uma lida básica em dois versos:

    “Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus.”
    - Tiago 1:20

    “Eis que para contendas e debates jejuais, e para ferirdes com punho iníquo; não jejueis como hoje, para fazer ouvir a vossa voz no alto. Seria este o jejum que eu escolheria, que o homem um dia aflija a sua alma, que incline a sua cabeça como o junco, e estenda debaixo de si saco e cinza? Chamarias tu a isto jejum e dia aprazível ao SENHOR? Porventura não é este o jejum que escolhi, que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo e que deixes livres os oprimidos, e despedaces todo o jugo? Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres abandonados; e, quando vires o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne?”

    - Isaías 58:4-7

    Primeiro ponto: essa ideia absurda que algumas pessoas tem de orar a Deus para Ele pesar a mão e ferir a quem está os afligindo não é, nem nunca fez parte da essência cristã que o Senhor Jesus nos ensinou. A Bíblia é clara em Romanos 12:17-21 e outras passagens que o dever cristão não é o de se vingar, orar para Deus destruir uma pessoa ou algo do tipo, mas de forma singela amar e ponto. Outra coisa inadmissível é ver pessoas que professam a fé cristã, mas em discussões entre si oram ao Senhor cada uma em prol da sua própria causa, como se Deus tivesse que resolver minha causa do jeito que eu quero, em meu favor e quanto aos outros envolvidos que aconteça o que for com eles. Não! Definitivamente não!

    Esmero esquecido, esdrúxula emoçãoSegundo ponto: jejum não é moeda de troca. Conversando com um amigo um dia desses, estávamos comentando o fato de não entendermos o porquê que o jejum é ensinado de tal forma que as pessoas fiquem sem comer (ou algo do tipo) para perseverar em pedir algo a Deus e é como se Ele (o Senhor) fosse obrigado a abençoar apenas por causa do “preço que foi pago” em ficar de abstinência de algo. O jejum no Novo Testamento é tido como um período de consagração em que aquele que jejuava (o Senhor Jesus, Paulo, Barnabé, como exemplo) tinha como mais importante o período de busca pelo Senhor do que as outras necessidades básicas (como comer e beber, por exemplo). Os judeus fariseus também jejuavam e em alguns versos bíblicos constam que seus propósitos não eram nada bons (veja Atos 23:12).

    leia-também-conceitos-repensadosDê uma lida também no post “Conceitos repensados” no blog da Rê - outra amiga que o Senhor tão bondosamente me deu (Deus é muito bom, velho! Dois amigos especiais e ainda colaboram aqui no EI =) – que tem uma ligação com essa temática de que precisamos repensar que o melhor de tudo é pertencer a Ele e saber que temos um futuro de paz em Suas mãos de amor.

    Textos de A a Z

    Juntando esses pontos, é vista a necessidade de aprendermos com o Papai a sermos misericordiosos e piedosos. Nossas estranhas emoções querem falar mais alto que a voz do Senhor e, infelizmente, estamos esquecendo o esmero, o amor está se esfriando, porém ele não se extingue porque provém do bom Deus, e como Ele é eterno, o amor também é.

    E nunca nos esqueçamos: Papai Deus é quem manda, Ele é soberano. E a nós - com amor - nos compete obedecer.
    Deus te abençoe e te guarde em nome do Senhor Jesus.

    Escrito por:Vítor Macedo

    Baiano, nascido em 1995 e fácil de ser caricaturado por ser barbudo e parecer um nerd. Não tem conta no FB e ainda não aprendeu a gostar do Whats. Além de gostar de psicologia e de coisas fora do comum, tem como hobbies escrever, fazer arte e mexer com códigos de programação. Depois de ser achado por Cristo, descobriu o sentido da palavra felicidade. Se encontrá-lo por aí, no mínimo, ouvirá que Deus é bom, muito bom! =]

    • Blogger
    • Disqus

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!

    Conte-nos algo sobre o texto! Será um prazer ouvir você! =]

    Topo