• Eterno Inconformado
  • Eterno Inconformado
  • 8 de jun de 2015

    #129 XI. Kernel [Texto K]

    Não perca a essência a cristã por nada - O bom perfume - 2 Coríntios 2 15 - KernelVocê conhece os riscos de se adaptar aos padrões e perder a essência? O Evangelho deve ser anunciado tal forma como ele é, assim como o Rei Jesus ordenou, ou adaptá-lo a fim de incluir os excluídos da sociedade? Vale tudo para agradar a todos e se dar bem com todo mundo? Vale tudo para anunciar o Evangelho de Cristo?

    Ponto-chave do texto:
    Proteste contra o secularismo dentro das igrejas e não perca a essência cristã por nada. Independentemente do lugar, das circunstâncias ou das pessoas mantenha a postura de um filho de Deus salvo em Cristo Jesus.

    De início, o Senhor me lembra de uma conversa com o Leonardo e a Rê durante o estudo de Atos. O Léo citando o capítulo 17 do livro, nos disse que enquanto Paulo pregava em Atenas – uma cidade com costumes idólatras e mitológicos -, com uma sabedoria vinda do Papai usou como base o altar local ao “deus desconhecido” para proclamar Jesus (leia Atos 17:15-34). Note que o apóstolo não se deixou levar por uma adaptação cultural (ou sincretismo) para que o Evangelho chegasse àquele povo. Na verdade, se você ler o livro de Atos com atenção, notará que praticamente todas as pregações feitas por Pedro, Paulo ou outro apóstolo lá mencionado, terá sempre base em fatos ocorridos no Antigo Testamento, mas que em seu fim sempre se consolidam na pessoa de Jesus e redenção por Ele dada a nós. O conhecimento foi necessário, mas perder a identidade cristã não.

    Textos de A a Z

    O Evangelho genuíno não absorve modismos passageiros (a redundância foi proposital), mas vai de encontro aos mais diversos corações e pessoas onde, quando e como quer que elas estejam. É algo puro que não precisa de “enfeites” para encher os olhos das pessoas. Sua essência por si só nos constrange, independentemente do método aplicado. Acima de qualquer intervenção humana, o Espírito Santo é quem convence o pecador. Nos cabe anunciar a Verdade e a decisão final é dEle. Todavia, devemos ter cautela constante com o sincretismo que ronda igrejas mundo afora, o misticismo e afins. O que aconteceu na Idade Média está acontecendo novamente em nosso tempo. Várias pessoas têm dado crédito ao uso de itens tido como mágicos e deixando de lado a Verdade contida nas Escrituras, alegando ainda o uso de que o importante é que Cristo está sendo pregado. Para tal, sugiro a leitura deste texto do blog Racionalizando.

    O trecho seguinte integra o livro Sola Gratia do teólogo R.C. Sproul. Note:

    "Ajustar-se aos costumes e visão de mundo alheio é uma das mais fortes pressões que se pode experimentar. Estar culturalmente "fora dela" é frequentemente considerado o ponto mais deprimente da realização social. As pessoas tendem a buscar aceitação e popularidade no fórum da opinião pública. O aplauso dos homens é o toque da sirene, o canto do paganismo. Poucos são os que exibem a coragem moral requerida pela fidelidade a Deus quando marchar de acordo com a sua batida de tambor não é popular ou pode ser até mesmo perigoso. [...] Martinho Lutero uma vez observou que onde quer que o Evangelho fosse pregado em sua pureza, engendraria conflito e controvérsia. Vivemos numa era que abomina a controvérsia e somos inclinados a evitar o conflito. Quão diferente é essa atmosfera da que marcou o trabalho dos profetas do Antigo Testamento e dos apóstolos do Novo Testamento! Os profetas estacam imersos no conflito e na controvérsia precisamente porque não ajustavam a Palavra de Deus às demandas da nação ligada ao sincretismo. Os apóstolos estavam continuamente engajados no conflito. Por mais que Paulo buscasse viver em paz com todos os homens, encontrava raros momentos de paz e pequenas pausas da controvérsia. O fato de que gozamos de uma relativa proteção contra ataques violentos, pode indicar um amadurecimento da civilização moderna com relação à tolerância religiosa. Ou pode indicar que temos comprometido o Evangelho de tal forma que não mais provocamos o conflito que a fé verdadeira engendra."

    Sola Gratia (A controvérsia sobre o livre-arbítrio na História) – R.C. Sproul [Páginas 12 e 16]

    Reafirmo: mesclar cultura secular e sincretismo religioso com o Evangelho de Cristo, ao menos para mim, não passa de perda de identidade, moda chamariz ou propaganda religiosa como vi em uma frase; contudo pensar dessa forma não invalida o fato de usarmos os meios a nós disponíveis para anunciar o Salvador: música, poesia, filme, peça, internet ou outros meios mais, além de ações que mostrem o amor que tanto pregamos, mas às vezes cochilamos e nossa vida fica inerte.

    Porque para Deus somos o bom perfume de Cristo, nos que se salvam e nos que se perdem.”
    {2 Coríntios 2:15}

    Levando agora o assunto do post para um tom mais pessoal e intimista, sabe aquela ideia de que vários evangélicos têm de que o crente deve ser diferente? De fato, o cristão deve ter uma postura diferente da sociedade comum, porém me sinto incomodado com essa “diferença” que a maioria de nós julgamos ser o suficiente para não ser iguais aos outros. Pensamos que se o crente deve ser diferente do mundo, logo, crentes não devem ter o visual associado às pessoas marginalizadas como muitos imaginam. O nosso diferencial como cristãos deve romper essas barreiras preconceituosas de não usar acessórios, não se divertir ou coisas banais que ouço algumas pessoas pronunciarem, mas sim chegar ao ponto em que a sociedade não-cristã perceba a diferença em atitudes cordiais, misericordiosas, de perdão, retidão, integridade, bom caráter, humildade e cheios do Espírito Santo, seu bom perfume flua através de nós para Sua glória. Isso sim é diferença!

    Me recuso

    Chegamos ao fim do texto e para concluir deixe-me explicar o título. Kernel é uma palavra inglesa usada principalmente no contexto da informática, mas aplicada também em outros âmbitos. Essa palavra indica o núcleo de algo, a parte mais importante, o principal. Em outras palavras, a essência da coisa e tem tudo a ver com o assunto aqui tratado. Deus é bom! Usar uma palavra inglesa para dar título ao post foi necessário, mas perder a essência inconformada não! rsrsrs Em síntese, nunca se esqueça: Mantenha a postura cristã a todo custo. Seja com a pobreza ou a riqueza, mantenha-se sempre grato e humilde. Nunca se considere uma pessoa melhor que outra por ter habilidades ou recursos mais desenvolvidos, nem murmure caso não os tenha em abundância. Caso esteja em um ambiente de pressão e de suscetibilidade a falhas, atitudes incoerentes com o Cristianismo ou algo do tipo, seja íntegro e prudente. Poderia citar vários exemplos, mas o versículo de 2 Coríntios 2:15 usado no meio do texto resume tudo: onde quer que formos, espalhemos o bom perfume de Cristo. Aconteça o que for, que o nosso coração esteja sempre firme em obediência, temor e submissão ao Senhor Deus.

    Ah... Um dia depois de finalizar o texto acima, o pastor fez uma dinâmica conosco na igreja da seguinte forma: Cada um de nós tínhamos uma bexiga. Em seguida, ele nos pediu para cada um preservar a sua e, realmente, ele deu uma grande ênfase nessa parte (cuidar da sua), mas não nos disse nada para estourar as dos outros, apenas preservar a nossa. O resultado você confere no vídeo abaixo que tem como lição nos mostrar que há circunstâncias em que somos incitados a fazer algo que é errado, mas a decisão de manter a postura cristã é nossa. Confesso: fui egoísta e estourei a dos coleguinhas enquanto não me atentei a preservar minha bexiga, mas a experiência valeu a pena! Foi divertido!



    Que o Senhor Deus te abençoe e te guarde em nome do Senhor Jesus!

    Escrito por:Vítor Macedo

    Baiano, nascido em 1995 e fácil de ser caricaturado por ser barbudo e parecer um nerd. Não tem conta no FB e ainda não aprendeu a gostar do Whats. Além de gostar de psicologia e de coisas fora do comum, tem como hobbies escrever, fazer arte e mexer com códigos de programação. Depois de ser achado por Cristo, descobriu o sentido da palavra felicidade. Se encontrá-lo por aí, no mínimo, ouvirá que Deus é bom, muito bom! =]

    • Blogger
    • Disqus

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!

    Conte-nos algo sobre o texto! Será um prazer ouvir você! =]

    Topo