• Eterno Inconformado
  • Eterno Inconformado
  • 29 de jun de 2015

    #131 XII. Lábia Lábil, Lábio Leal [Texto L]

    Fiz-me acaso vosso inimigo, dizendo a verdade? Eles têm zelo por vós, não como convém; mas querem excluir-vos, para que vós tenhais zelo por eles. É bom ser zeloso, mas sempre do bem, [...]”
    {Gálatas 4:16-18a}

    Integridade e retidão - Agradar a todo mundo - Firmeza de caráter - Lábia lábil lábio leal
    O que pensar do tipo de pessoa que quer agradar a todos, que quer satisfazer a todos para nunca sair como o/a mau da história, que não quer manifestar a verdade por mais que ela possa doer, porém gera uma liberdade e cura posterior? Àquele que tem pensado que amar é quebrar princípios para arrancar risos e elogios de qualquer um, quebre seu conceito. O sábio autor dos Provérbios já havia dito: “Melhor é a repreensão franca do que o amor encoberto. Leais são as feridas feitas pelo amigo, mas os beijos do inimigo são enganosos.”

    Tentar agradar a gregos e troianos, como dizia a fábula, faz de você um fantoche sem ideias próprias que se move de acordo com a regência do som das palmas insignificantes de pessoas arrogantes e natureza relutante ao Deus constante. Seu caráter firme é constante! E como Seus filhos, precisamos viver como “tal pai, tal filho” copiando o estilo do bom Pai que temos contudo sem defender uma postura legalista.

    Textos de A a Z


    Já não querem mais ouvir a verdade. Impor limitações é tido como chatice. Não fazer tudo o que lhes agrada é tirania. Tome decisões baseadas em princípios, tenha atitudes íntegras sem dar crédito a expressões de desgosto de pessoas que querem sempre seus próprios benefícios em primeiro lugar. Ame as pessoas, deseje o bem a elas, viva em paz enquanto possível, mas mantenha a postura cristã a todo custo. Se você age pensando nos princípios da Palavra de Deus e de valores morais aprendidos dentro de casa, mas pensa que pessoas poderão se sentir ofendidas, ignore. Falar a verdade, agir de maneira reta e prudente pode causar um impacto, mas assim é o amor. Ele é sábio, é justo, exorta quando necessário, e para o bem daquele que é exortado. Já não é amor quando os princípios são jogados de lado e pensa-se em agradar a um aqui, outro ali e que todo mundo me tenha como o queridinho. Tola vanglória.


    Não se adapte a esse mundo espinhoso que valoriza mais o bem-estar temporário do que os princípios que se levam para a vida toda. A verdade que você diz pode doer e incomodar por um momento, mas acredite, ela nunca será esquecida. Ainda assim, haverá momentos em que ter flexibilidade será necessário e nossa vontade carnal deverá ceder para que outras pessoas conheçam o amor de Deus através de você. Não deixe sob hipótese alguma o legalismo falar mais alto que o amor. Somos livres de fato quando usamos a liberdade que Cristo nos deu para libertar outros. Se achar livre para fazer apenas o que desejamos sem pensar em como o outro possa se sentir não é nada além de egocentrismo e autossatisfação. (Leia este outro post.)

    [...] Procurai as coisas honestas, perante todos os homens. Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens.”
    {Romanos 12:17b-18}

    Que o Senhor nos ensine para Sua glória.
    Deus é bom. Que Ele te abençoe e te guarde.

    Escrito por:Vítor M. Fagundes

    Baiano, nascido em 1995, curte escrever (de textos incomuns a códigos de programação) e, para ele, o normal é não ser normal. Depois de ser achado por Cristo, Vítor descobriu o que é viver e o que é a felicidade plena. Se encontrá-lo por aí, no mínimo, ouvirá que Deus é bom, muito bom! =]

    • Blogger
    • Disqus

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!

    Conte-nos algo sobre o texto! Será um prazer ouvir você! =]

    Topo