• Eterno Inconformado
  • Eterno Inconformado
  • 4 de nov. de 2020

    #348. Judas: A Iniquidade

    Deus, em Seu amor, cuida dos Seus, guardando-lhes das heresias e das ciladas do mundo; em Sua justiça, Ele julgará os que ensinam o mal e pervertem os Seus preceitos.. 

    Em tempos de propagação do que se convencionou chamar de “novo normal”, é preciso permanecermos vigilantes quanto a velhos problemas. Há mentiras sendo ensinadas, heresias sendo disseminadas, liberdade sendo confundida com libertinagem, comportamentos imorais sendo defendidos em nome da aceitação popular e por aí vai. Estamos, cada vez mais, escancarando nossa capacidade inata de fazer o mal, revelando que nunca fomos bons e o quão pecadores nós somos. 


    "Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção." - 2Pedro 2:19a

    Em sua breve epístola, Judas – não o Iscariotes, mas, sim, o meio-irmão de Jesus – nos convida a defendermos nossa fé em Cristo, nos advertindo quanto aos perigos da apostasia (resumidamente, apostatar é conhecer o Evangelho e depois abandoná-lo, como se nunca tivesse conhecido a Verdade). 


    "E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós." - Mateus 7:14-15

    De forma similar a outros escritores do Novo Testamento, Judas nos lembra que existe o joio no meio do trigo e que a ameaça vem de todos os lados – tanto de dentro quanto de fora da igreja. Com isso, precisamos, instantemente, nos precavermos daqueles que promovem dissensões, polêmicas, heresias e tudo mais o que a Palavra de Deus condena. 

    No caso da epístola de Judas, ele adverte os irmãos daquela época – e a nós, hoje – sobre a ameaça presenciada na forma de homens que, dissimuladamente, se infiltraram em meio ao povo de Deus visando transtornar a bondade e o amor do Pai em desculpa para pecarem e viverem de modo libertino, seguindo suas próprias vontades. Lendo isso, você nota alguma semelhança com os problemas do nosso tempo? 


    "Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele? Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor. Pois certos homens, cuja condenação já estava sentenciada há muito tempo, infiltraram-se dissimuladamente no meio de vocês. Estes são ímpios, e transformam a graça de nosso Deus em libertinagem e negam Jesus Cristo, nosso único Soberano e Senhor.” – Romanos 6:1-2 + Gálatas 5:13 + Judas 1:4 (NVI)

    Em contraste aos que seguem o espírito da rebelião, Judas nos exorta a termos cuidado com os falsos ensinamentos daqueles que ele chama de “animais irracionais, [...] nuvens sem água, [...], árvores murchas, [...] estrelas errantes” (cf. Jd 1:10-13; ver também 2 Pedro 2:12-14) e batalhar por nossa fé, conhecendo e defendendo o Evangelho. Dessa forma, Judas enfatiza o quanto é importante conhecermos a Verdade presente nas Escrituras Sagradas, termos um relacionamento vivo e ativo com o Senhor Jesus, conhecendo-O e nos submetendo sem medo ao Seu Senhorio soberano e incontestável. 

    Outra ênfase épica dado por Judas é que, mesmo em meio à bagunça do mundo, é o Senhor quem guarda e protege os Seus. É responsabilidade nossa viver em vigilância de acordo com os princípios do Evangelho, mas, lá no fundo, é Deus, em Seu amor e graça, que não nos deixa tropeçar. É Ele que tem nos guardado, nos preservado em Sua Presença o tempo todo! 


    “Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória, ao único Deus sábio, Salvador nosso, seja glória e majestade, domínio e poder, agora, e para todo o sempre. Amém.” – Judas 1:24-25

    Quanto aos rebeldes, Judas nos ensina que o julgamento deles é certo, nos mostrando, inclusive, exemplos de pessoas que, no passado, se rebelaram contra Deus e, com isso, sofreram terríveis consequências. 

    Já quanto aos que amam ao Senhor, esses podem ter certeza que Ele mesmo, o bom Deus, é quem lhes guarda da corrupção do mundo. 

    E, mais uma vez, lembramos: Ele, o Rei Soberano, sempre vence! \o/ 

    Referências:  

    Allan, D. (2013). Judas: O Perigo de Abandonar a Fé. Fonte: Estudos Bíblicos: https://estudosdabiblia.net/jbd177.htm 

    Fee, G., & Stuart, D. (2013). Como ler a Bíblia livro por livro: um guia de estudo panorâmico da Bíblia. São Paulo: Vida Nova. 

    Galvão, S. E. de M., Jr. (2009). Visão Geral da Carta de Judas. Fonte: Biblioteca Bíblica: https://bibliotecabiblica.blogspot.com/2009/04/visao-geral-da-biblia-carta-de-judas.html 

    Gardner, P. (1999). Quem é quem na Bíblia Sagrada: a história de todos os personagens da Bíblia. São Paulo: Editora Vida. 

    Livro de Judas (s.d.). Fonte: Got Questions: https://www.gotquestions.org/Portugues/Livro-de-Judas.html

    Leia os outros textos sobre a visão geral dos 66 livros da Bíblia:

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!

    Conte-nos algo sobre o texto! Será um prazer ouvir você! =]

    Topo