• Eterno Inconformado
  • Eterno Inconformado
  • 21 de set de 2015

    #140 XVIII. Revisar (Parte 2 de 4) [Texto R]


    Parecia fácil para Jesus? Nosso Amigo, Senhor e Salvador enxergava a longo prazo. Os propósitos eram mais importantes que os “quandos”. Salvar pecadores demandava o próprio Deus encarnado reconciliando a humanidade consigo mesmo através do sangue de Seu unigênito totalmente puro. O filho de Deus tocou os intocáveis do mundo. Seu toque de amor em nossos aguilhões feriram Suas mãos. A justiça de Deus foi executada em Jesus. O castigo que nos traz a paz estava sobre Ele e por Suas pisaduras fomos sarados. O tempo é dEle. Os frutos estão espalhados aguardando Sua volta triunfal.

     close by an animation

    Começava a revisão. As gotas de sangue de Jesus respingaram em mim o Seu amor. Minha guerra tinha o medo como nome. Fazer rascunhos e rasga-los parecia doído, mas lembrar da bondade de Deus (mais uma vez! :) colocava tudo em Seu devido lugar. O planejamento humano era desfeito dando lugar aos planos perfeitos do Deus perfeito. Minhas feridas doíam, mas antes doíam nEle. Minhas feridas encharcadas de sangue criaram força e cicatrizaram. Não, não! Elas não ganharam força sozinhas! Foi o amor de Deus que forçou a transformação. Cicatrizes nos lembram que antes, quando feridas, elas sangravam. Faz parte do processo. As cicatrizes criam barreiras (positivas ou não; você precisa ponderar algumas coisas). “Deleita-te no Senhor, e Ele te concederá o que deseja o teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nEle, e Ele tudo fará.” Os mesmos cortes já não geram mais as mesmas dores. Você já aprendeu que cicatrizes funcionam como escudos e depois que elas somem, as marcas ficam para nos lembrar que Deus esteve ali o tempo todo cuidando de cada uma delas. Glorifique a Deus. Ele está usando as dores para te moldar.

    close by an animation

    O que não era para ser um incêndio passageiro se transforma em uma brisa de paz. Você se vê amando quando começa a pensar menos em você e mais no bem do outro. Já não é o suficiente ter sonhos realizados se os do outro não se concretizarem; já não é o suficiente ser feliz ao seu próprio modo se o outro não é; já não é o suficiente pensar apenas em si. Desejos egoístas se quebram, a vontade de morrer passa. Ver aquele lindo sorriso diariamente e sentir seu abraço alegra o coração de quem um dia sentiu dores. Você perde o medo. Você sente que precisa estar bem para fazer seu par feliz também. Não é o suficiente você sentir paz e o outro não. Nas suas guerras particulares, você precisa de paz para transmiti-la adiante. Você pensa em ser alguém melhor só por amar o outro. Os sonhos de um alguém se tornam os seus agora. E assim é o amor: ele não é egoísta; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

    Textos de A a Z

    amar é ser vulnerável cs lewis
    Concentre-se mais no processo de aprendizagem e menos no tempo que isso demandará.

    Escrito por:Vítor Macedo

    Baiano, nascido em 1995 e fácil de ser caricaturado por ser barbudo e parecer um nerd. Não tem conta no FB e ainda não aprendeu a gostar do Whats. Além de gostar de psicologia e de coisas fora do comum, tem como hobbies escrever, fazer arte e mexer com códigos de programação. Depois de ser achado por Cristo, descobriu o sentido da palavra felicidade. Se encontrá-lo por aí, no mínimo, ouvirá que Deus é bom, muito bom! =]

    • Blogger
    • Disqus

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!

    Conte-nos algo sobre o texto! Será um prazer ouvir você! =]

    Topo