• Eterno Inconformado
  • Eterno Inconformado
  • 1 de set. de 2020

    #337. 3 João: O Joio e o Trigo

    Chegamos à reta final. Em um tempo no qual as pessoas querem acreditar que não há certo e errado, bem e mal, verdade e mentira, o Espírito Santo nos instrui a imitarmos o bom exemplo de pessoas que O temem – como Gaio e Demétrio – e fugir da corrupção daqueles que são oblíquos – como Diótrefes.

    Somando o quarto evangelho e suas outras duas cartas, temos quatro livros escritos pelo apóstolo João (na verdade, são cinco, pois ainda tem o Apocalipse) na Bíblia – todos enfatizando com veemência o amor e a importância de andar na verdade do Evangelho, caminhando na direção de Cristo. Se 2 João é o menor dos 66 livros (em número de versos), 3 João apresenta um menor número de palavras, sendo, portanto, o livro mais curto. Seus poucos versos nos apresentam quatro homens: João, Gaio, Diótrefes e Demétrio – cada um com muito a nos ensinar.

    A terceira epístola de João é uma carta de recomendação: desconhecidos que se diziam crentes no Evangelho de Jesus precisavam apresentar cartas desse tipo a fim de se hospedarem nas casas dos irmãos da igreja local. Demétrio, um dos quatro personagens dessa epístola, portava uma dessas cartas (que hoje conhecemos como 3 João) no intuito de apresentá-la a Gaio, um crente fiel, que, certamente, acolheria Demétrio, visto que esse foi muito elogiado por João na referida carta.

    O problema é que, em outra ocasião, Diótrefes, o outro homem mencionado na epístola, além de ter rejeitado uma carta enviada anteriormente por João, recusou hospedar alguns irmãos na fé (irmãos aprovados, verdadeiros seguidores de Cristo, é bom destacar), excluindo-lhes da comunhão cristã – atitude inesperada da parte de alguém que professa o Evangelho e diz seguir a Jesus, o que nos leva ao ponto principal de 3 João.

    Trazendo uma breve reminiscência do que você, certamente, leu em 2 João, é muito importante agir com prudência, procurando discernir e conhecer quem estamos trazendo para os nossos lares e para as nossas igrejas. Se soubermos tratar-se de impostores, falsos mestres, pregadores de um falso evangelho, não devemos recebê-los. Ponto. Entretanto, caso eles sejam verdadeiros servos de Cristo, obreiros aprovados, homens que andam na verdade do Evangelho, devemos, sim, hospedá-los, apoiá-los e incentivá-los – agindo com amor e imitando Jesus, da mesma forma que Gaio fez.

    Quanto à estrutura do antepenúltimo livro das Sagradas Escrituras, de forma sintética, nos oito primeiros versos de sua terceira carta, João elogia a Gaio, visto que esse era um excelente exemplo de alguém que expressava o cristianismo na prática: Gaio andava na verdade, tinha um testemunho fiel e ajudava pregadores do Evangelho – pregadores de verdade e da Verdade, como já salientamos – ministros esses que saíram de suas casas e foram mundo afora por causa do Nome!

    “Amado, você é fiel no que está fazendo pelos irmãos, apesar de lhe serem desconhecidos. Eles falaram à igreja a respeito deste seu amor. Você fará bem se os encaminhar em sua viagem de modo agradável a Deus, pois foi por causa do Nome que eles saíram, sem receber ajuda alguma dos gentios.” – 3 João 1:5-7

    Próximo ao fim da carta, João também fala muito bem de Demétrio. Já em apenas dois versos, o apóstolo nos informa o quão diferente de Gaio é Diótrefes: enquanto aquele apresenta um caráter admirável, esse é um irmão arrogante, ambicioso e carnal. Alguém que não ajudava em nada. Pelo contrário: só atrapalhava.

    ”Amado, não sigas o mal, mas o bem. Quem faz o bem é de Deus; mas quem faz o mal não tem visto a Deus.” – 3 João 1:11

    De certa forma, esse brevíssimo livro nos ensina mais uma vez o quão importante é saber discernir as coisas, retendo, de fato, o que for bom e louvável diante de Deus, e nos abstendo de tudo aquilo que é mal. João nos mostra os bons exemplos – dignos de serem copiados – dados por Demétrio e Gaio, mas nos adverte também quanto ao péssimo testemunho de Diótrefes.

    Hoje, o Sessenta e Sete existe, mas já houve uma dupla exposição por conta da interferência do Sessenta e Nove.

    Que o Senhor nos ensine a viver para Sua glória. Acima de tudo, olhe para Ele! Ele é bom e Seu amor é eterno! =]

    “Nota o homem sincero, e considera o reto, porque o fim desse homem é a paz. Quanto aos transgressores, serão à uma destruídos, e as relíquias dos ímpios serão destruídas. Mas a salvação dos justos vem do SENHOR; ele é a sua fortaleza no tempo da angústia. E o SENHOR os ajudará e os livrará; ele os livrará dos ímpios e os salvará, porquanto confiam nele.” – Salmos 37:37-40

    REFERÊNCIAS:

    Allan, D. (2013). 3 João: Um Contraste entre Dois Homens. Fonte: Estudos Bíblicos: https://estudosdabiblia.net/jbd175.htm

    Fee, G., & Stuart, D. (2013). Como ler a Bíblia livro por livro: um guia de estudo panorâmico da Bíblia. São Paulo: Vida Nova.

    Livro de 3 João. (s.d.). Fonte: Got Questions: https://www.gotquestions.org/Portugues/Livro-de-3-Joao.html
    Leia os outros textos sobre a visão geral dos 66 livros da Bíblia:
    • Comentários

    Seja o primeiro a comentar!

    Deixe teu comentário!

    Conte-nos algo sobre o texto! Será um prazer ouvir você! =]

    Topo